café descartável*

23, Setembro, 2008 at 10:28 am 2 comentários

Naqueles dias já perdidos desde manhã, passeio pelo hábito – o quê mais certamente mais nos ajuda em várias horas a sobreviver (nem irei citar um Beckett sobre o Proust que dei pra um amigo para evitar o excesso E. M. aqui) – e visito o **Jornalistas da Web** de todos os dias e aproveito para conferir a chamadinha ao **Intermezzo** – queria ver algo ali sobre 2.0.

No Intermezzo foi publicada uma **nuvem de tags** , que reproduzo abaixo, sobre as palavras mais procuradas por brasileiros no google. Achei interessante como começa… amor-poemas-poesias-livros – quem iria procurar sundown nessa geladeira? E quem diabos procura por “frases”! Estamos talvez no ramo certo?

E por ramo certo, não estou falando em árvores, vejamos, estarei falando de homens ao mar e yo ho ho e uma garrafa de rum? Também preciso de sundown, minha pele está queimando só de pensar.

Fico pensando até onde isso realmente vai. Esses fluxos. Não acho verdade, sabe? Porque não os consigo sentir. Porque dizem que nesse país as pessoas são alegres e frias. Sigo no dia perdido, mais um copo de café descartável, meus dedos são gelados. Mas são quem escreve. Quem sabe se eu digitasse a palavra eles não se alterariam?

(Além das nuvens: **Google Trends** )

Seriam esses diagramas de fluxos mais uma aplicação do tão consagrado ‘**Teorema de Tostines** ‘? Alguém já digitou uma busca e encontrou um diagrama de fluxo como resultado? Pode acontecer, pode acontecer.

A Nuvem de Tags à brasileira
(gabarito das cores no Intermezzo):

* postagem orignal editada na plataforma piratadeaquario.wikispaces.com pelos usuários hiok, paulo m e pimpo.

Advertisements

Entry filed under: -.

¡Yiiiihaaa! anômalos

2 comentários Add your own

  • 1. Daud  |  24, Setembro, 2008 às 1:42 am

    Sundown é uma marca de motocicleta, meu anjo, o terceiro bem de consumo mais procurado por paulistanos — o segundo sendo carros de diversas marcas e o primeiro a poesia, que se não leva ninguém a lugar nenhum parece bastante consumível; não é à toa que foi dos três o primeiro a ceder à pirataria.

    Responder
  • 2. paulom  |  24, Setembro, 2008 às 10:03 pm

    a versão final não é minha. mas só um pedaço da nuvem não ficou legal. tinha que ser a nuvem inteira, que, se não, quem lê acha queo pedaço é o todo e nem fica sabendo do quanto o brasileiro busca pela caixa econômica federal e coisas do tipo. rs.

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


piratarizeyourself!

blogue espelho do peixedeaquario.zip.net | ana rüsche | são paulo. brasil

siga o peixe!

http://twitter.com/anarusche

wiki & use

www.piratadeaquario.wikispaces.com | plataforma wiki pra vc editar como quiser a postagem do dia (sim, pode!). depois eu pego a versão alterada lá e posto aqui. quem fica sozinho é pq tá de castigo.

%d bloggers like this: